Mostrando itens por tag: Grupo Orto - Grupo Orto - Odontologia de A a Z - Clínica odontológica

Tratamentos Odontológicos.

Agende sua consulta!

O tratamento ortodôntico é um procedimento muito delicado e o ortodontista é responsável pelo diagnóstico, planejamento e execução do caso do cliente e, é ele que tem a responsabilidade em indicar ou não o tratamento ortodôntico.

Prestem atenção em alguns sinais que podem indicar que você está precisando fazer um tratamento ortodôntico.

O que são aparelhos ortodônticos, para o que servem?

Os aparelhos ortodônticos são dispositivos utilizados pelo ortodontista e têm a função de melhorar o posicionamento dentário e tentar redirecionar o crescimento dos ossos da face. Com isso, a estética, função mastigatória, fala e deglutição  do paciente são aprimoradas.

Identifique os 10 sinais que podem sugerir que você precisa de tratamento ortodôntico.

1 - Dentes para frente.

Geralmente, o cliente chega com a reclamação que seus dentes superiores estão para frente.

Nesse tipo de problema, poderemos encontrar, realmente, os dentes superiores para frente ou a base óssea maxilar para frente, que é causada por um excesso de crescimento da maxila  ou a base óssea mandibular para trás, que é causada pela falta de crescimento do “queixo”, conhecida como um retrognatismo mandibular, mas somente o ortodontista poderá saber, com certeza, se os dentes estão para frente e se há a necessidade da intervenção ortodôntica.

2 - Espaços entre os dentes.

 Um fator que pode indicar que está precisando de tratamento ortodôntico é quando acontecem os espaços entre os dentes. Isso se caracteriza quando o dente não entra em contato com o seu vizinho, existe um espaço entre eles, uma lacuna, existe um diastema que incomoda esteticamente o cliente e interferi na sua oclusão.

Esses espaços nem sempre precisam de correção ortodôntica, por isso, muito importante a consulta com um ortodontista.

3 - Dentes tortos.

Outro alerta que pode indicar que precisa de aparelho ortodôntico é quando seus dentes se encontram tortos, girados mal posicionados.

Dentes tortos podem causar acúmulo de tártaros, bruxismo, briquismo, problemas na ATM, dificuldade na fala, dores de cabeça, gengivite, cáries.

Lembrando sempre que quem indicará a necessidade  do  uso ou não do aparelho ortodôntico é um profissional em ortodontia.

4 - Dentes apinhados.

Dentes apinhados também podem ser um indicativo do uso de aparatologia ortodôntica. Encontramos um dente em cima do outro, não há espaço para todos os dentes na boca.

Podem causar muito desconforto estético para o cliente e também causam as mesmas intercorrências de quando os dentes estão tortos.

5 - Sorriso torto.

Um sorriso harmônico sempre traz muitos benefícios as pessoas, principalmente, hoje em dia, onde a estética e a beleza são muito cultuadas.

Um indicativo que alguma coisa está errada e talvez precise de intervenção de um profissional em ortodontia é quando o sorriso está torto, um lado do plano oclusal dentário, um lado do sorriso se encontra mais alto ou mais baixo do que o outro lado.

6 - Abertura no sorriso.

Essa abertura é chamada de mordida aberta. Quando os dentes superiores não se tocam, não entram em contato com os dentes inferiores com o paciente de boca fechada.

Geralmente, casos de mordida aberta necessitarão de tratamento, mas somente o profissional em Ortodontia poderá fazer o diagnóstico e indicar o tratamento ortodôntico.

7 - Dificuldades na fala.

Dificuldades na fala são causadas por vários fatores. Uma má oclusão como dentes tortos, apinhados, dentes separados, mordida aberta e mordida cruzada podem estar atrapalhando a dicção e dificultando a formação das palavras.

Somente o ortodontista é capaz de avaliar se problemas oclusais existem e se devem ser tratados para que não prejudiquem a fala do paciente.

 8 - Dores de cabeça.

Dentes tortos e desalinhados e outras má oclusões podem causar dores de cabeça.

Quando cliente já foi avaliado por um médico, e a dor de cabeça não está relacionada a outra causas, pode ser que ela esteja sendo causada pelo mal posicionamento dentário, cabe ao profissional em Ortodontia fazer essa avaliação.

9 - Dores na região da ATM.

Muitas má oclusões causam dores na ATM. Dentes tortos, desalinhados, mal posicionados, mordidas cruzadas, mordidas profundas, dentes para frente, dentes apinhados podem causar alterações na articulação temporomandibular.

 Em alguns casos só o tratamento ortodôntico resolve o problema das dores nessa região, em outros precisaremos lançar mão de outros tratamentos, por isso muito importante, começaram com dor , ruídos, estalidos e barulhos na ATM, procure um profissional em Ortodontia.

10 - Dores de ouvido.

Dores e zumbidos no ouvido podem ser consequência de um problema do posicionamento dentário.

Se cliente já foi avaliado pelo médico e não possui outras causas para esse problema, ortodontista avaliará se paciente possui alguma má oclusão que pode estar causando esses problemas e indicará  a terapia ortodôntica.

SOMENTE O ORTODONTISTA É CAPAZ DE AVALIAR SE CLIENTE PRECISA OU NÃO DE TRATAMENTO ORTODÔNTICO.

MARQUE UMA CONSULTA COM UM DOS NOSSOS PROFISSIONAIS EM ORTODONTIA.

 

AGENDE SUA AVALIAÇÃO

Publicado em Dr. Orto Responde

Quer parecer mais jovem, levantar o olhar, ficar mais bonito e com um rosto muito mais harmônico?

A toxina botulínica vem sendo muito usada por homens e mulheres que querem possuir um rosto mais conservado, sem rugas, sem marcas de expressão e para muitos tratamentos odontológicos.

Indicação da Toxina Botulínica.

- Aplicada no rosto para eliminar linhas de expressão e rugas, na testa, glabela e em volta dos olhos, para remover os pés de galinhas, ou utilizadas nessas áreas do rosto de forma preventiva.

-São aplicadas na região da ATM, para aliviar a dor e o desconforto.

- São usadas para diminuir o sorriso gengival ( é quando mostramos muito a gengiva durante o sorriso).

- Usadas para corrigir assimetria do sorriso.

-Utilizadas para pacientes que tem bruxismo (ranger os dentes) ou briquismo (apertamento dos dentes), que podem causar dores de cabeça, nuca e pescoço.

Contraindicação da Toxina Botulínica.

-Alergia aos componentes da Toxina Botulínica.

-Gravidez e aleitamento.

 -Pacientes com doenças autoimunes.

-Pacientes portadores de algumas doenças neurológicas.

Todo paciente deve ser avaliado pelo profissional autorizado a aplicar toxina botulínica para verificar se ela possui alguma contraindicação que o impeça de fazer o uso dessa substância.

O que é a Toxina Botulínica?

 A toxina botulínica se origina de uma bactéria chamada Clostridium botulinum e aplicadas em quantidades adequadas servem para paralisar ou enfraquecer a atividade muscular.

Como ela funciona?

São aplicadas nas regiões dos músculos que queremos um efeito paralisante ou enfraquecedor temporário na atividade muscular.

Isso faz com que o músculo não se contraia, limitando assim seu movimento.

Esse efeito não é permanente e quando aplicados em áreas como testa, glabela e ao redor dos olhos teremos uma diminuição das rugas e marcas de expressão.

Quanto tempo dura a toxina Botulínica?

Lembrando sempre que cada cliente possui suas particularidades e características, em média a durabilidade é de 3 a 6 meses.

Cuidados Pós aplicação da Toxina Botulínica.

- Não deitar ou abaixar a cabeça por 4 horas.

- Não fazer exercícios físicos durante 24 horas.

- Não massagear a área de aplicação.

- A área tratada não pode ser submetida a frio ou calor intenso, não fazer compressa de água quente ou fria.

Será sempre marcado um retorno após 15 dias para avaliar a necessidade de retoque da aplicação da toxina botulínica.

Efeitos Colaterais.

Hematomas, inchaço e vermelhidão que costumam desaparecer em até 48 horas, dor de cabeça por algumas horas podem ocorrer após a aplicação da toxina botulínica.

Quando retocar a aplicação?

Geralmente, após 15 dias da aplicação, o dentista fará uma avaliação se há necessidade de um retoque, se houver essa necessidade, a toxina botulínica será reaplicada.

Nem sempre existe a necessidade do retoque.

Marque uma consulta com um dos nossos dentistas que fazem harmonização facial e tenha um tratamento individualizado e personalizado do seu rosto.

 

AGENDE SUA AVALIAÇÃO

Publicado em Dr. Orto Responde

A placa bacteriana é formada por bactérias e resíduos alimentares, quando   não é eliminada durante a escovação ou com o uso de fio dental, ela se mineraliza, se calcifica e se adere a superfície dentária  formando o tártaro. Popularmente conhecido como “pedra” ou cálculo dental.

Esse tártaro pode levar a perdas dentárias, pois pode causar uma gengivite que pode evoluir para uma periodontite que destrói os tecidos e ossos que envolvem os dentes, podendo causar uma perda dental, e também podem causar uma endocardite bacteriana.

A raspagem periodontal é o tratamento indicado   para remoção do tártaro supra e sub gengival.

Onde encontramos o tártaro?

Cálculo supra- gengival: é quando ele se encontra acima da gengiva na superfície dentária, é mineralizado, geralmente de cor amarelada, de fácil visualização até mesmo pelo paciente.

Cálculo sub-gengival: é quando ele se encontra abaixo da gengiva, na coroa e nas raízes dentais, ficando assim, mais difícil para o paciente visualizar o tártaro. Também mineralizado e endurecido.

O que o tártaro pode causar?

O tártaro pode causar gengivite, periodontite e até mesmo a cárie.

A placa bacteriana se acumula sobre os dentes, se não for removida endurece e se transforma em tártaro.

A placa bacteriana e o tártaro causam uma inflamação entre as gengivas e os dentes. Essa inflamação, com o tempo, acaba causando a destruição dos tecidos e dos ossos que cercam o dente, caracterizando a periodontite, podendo levar a uma perda de dentes. Como a placa contém bactérias, é provável que haja infecção também, que pode levar o paciente a ter endocardite bacteriana é uma complicação grave da periodontite. Estudos mostram que as bactérias instaladas nas bolsas periodontais podem disseminar-se na corrente sanguínea, alojar-se nas válvulas cardíacas e comprometer a circulação do sangue e o funcionamento do coração.

Como prevenir a formação do tártaro?

1-Para que o tártaro não aparece devemos ter uma correta higienização bucal com a escovação dental, o uso do fio dental e poderemos complementar com o uso de enxaguantes bucais.

 Muitos pacientes se esquecem e não dão importância ao uso do uso do fio dental. A utilização do fio ou fita dental é de extrema relevância, pois consegue limpar onde a escova dental não alcança.

2- Uma correta nutrição também pode evitar o tártaro. Dietas ricas em açúcares e carboidratos podem levar o aparecimento do tártaro.

3- As consultas preventivas odontológicas vão ajudar na prevenção e detecção precoce do tártaro.

Como remover o tártaro?

O tártaro depois de instalado só poderá ser removido por um dentista através da raspagem periodontal.

A raspagem é feita por meio de ultrassom e instrumentos odontológicos, dependendo da quantidade do tártaro pode ser feita em uma ou mais sessões.

Em alguns casos, o cirurgião dentista pode usar antibióticos de forma profilática ou, se necessário, após a raspagem periodontal, se infecção estiver instalada. Nesses casos, o dentista também poderá fazer o uso de enxaguantes bucais específicos para esse problema.

Importância da Raspagem Periodontal

1-Remove o tártaro e a placa bacteriana.

2- Removendo o tártaro e placa bacteriana, consequentemente, a gengivite desaparecerá.

3- Poderemos evitar que a gengivite evolua para periodontite e cause perdas dentárias.

4- Poderemos evitar a endocardite bacteriana causada pela periodontite.

5- Dentes ficarão limpos e polidos, com uma gengiva de cor e aspectos muito mais saudáveis.

6- A raspagem periodontal melhora saúde e estética do sorriso.

7- Melhora a autoestima e confiança.

Procure sempre um dentista do Grupo Orto. As consultas de acompanhamento de 6 em 6 meses para prevenção do tártaro e de outras doenças bucais são de extrema importância.

Vem para o Grupo Orto, aqui sua saúde e satisfação é nossa prioridade.

 

AGENDE SUA AVALIAÇÃO

Publicado em Dr. Orto Responde

Dentes tortos são uma queixa muito frequente na clínica odontológica. Pode acontecer tanto na fase infantil como na vida adulta.

Muito comum, o paciente chegar ao consultório do dentista e reclamar que seus dentes entortaram, de repente, do nada, ou famílias que já chegam relatando que percebem que a criança tem dentes tortos desde bem pequenos.

Por que isso acontece? Tem solução?

Nesse texto farei um breve relato do que pode estar acontecendo e como prevenir e resolver esse incômodo com o uso de aparelhos ortodônticos.

Causas dos Dentes tortos.

- Fatores Hereditários.

-Doenças respiratórias, como: renites, sinusites, respiração bucal.

- Doença periodontal.

-Bruxismo.

-Hábitos incorretos de postura.

- Sucção de chupetas, mamadeiras e dedos.

- Roer unhas e morder objetos.

- Dentes do siso mal posicionados e sem espaços nas arcadas dentárias.

- Cáries

- Perdas dentárias precoces de dentes de leite e perda dos dentes permanentes.

- Má nutrição.

-Traumas.

-Falta de espaços para os dentes nas arcadas dentárias.

Tem como prevenir esse problema?

Um dos meios mais relevantes para a prevenção dos problemas relacionados ao posicionamento dentário são as consultas preventivas ao dentista de 6 em 6 meses, na fase adulta e na infância , pois é nessa consulta que o profissional irá detectar precocemente alterações ósseas e dentárias e o porquê disso estar acontecendo, podendo diagnosticar a causa do problema o mais rápido possível  e corrigi-lo.

Em muitos casos, o tratamento será multifatorial, poderão estar envolvidos não somente o ortodontista, mas terapeutas, médicos, fonoaudiólogos, odontopediatras, cirurgiões buco maxilo, periodontistas, dentistas especialistas em próteses e estética e o protético.

Um exemplo: Adulto com dentes tortos, doença periodontal ativa, perda óssea severa.  Nesse caso, será imprescindível que além do ortodontista, o periodontista também seja consultado para o tratar a doença periodontal que é a causa dos dentes estarem tortos.

Problemas como bruxismo, cáries, doenças periodontais, hábitos incorretos de postura, falta de espaços para os dentes do siso poderão ser detectados nessas consultas preventivas até mesmo antes que os dentes fiquem tortos.

As consultas odontológicas preventivas podem evitar as perdas precoces dos dentes de leite e perdas de dentes permanentes.

Evitar hábitos como morder objetos, roer unhas, hábitos incorretos de postura, chupar dedos, sucção de mamadeiras e chupetas podem contribuir para prevenir não somente os dentes tortos, mas várias outras más oclusões.

Uma boa nutrição contribui para o desenvolvimento saudável da criança e influencia a prevenção de muitas más oclusões tanto na fase adulta, como na fase infanto-juvenil.

Uma das formas mais importantes de prevenir muitas alterações de posicionamento ósseo e dentário, é o tratamento ortodôntico precoce. Uma das causas de dentes tortos é a falta de espaços nas arcadas dentárias, que poderão ser evitadas, se fizermos um tratamento ortodôntico o mais cedo possível.

Vale lembrar que a primeira consulta odontológica deve ser feita antes mesmo de os dentes de leite nascerem.

Dentes tortos e aparelhos ortodônticos.

Uma das soluções para correção de dentes tortos são os aparelhos ortodônticos.

Na fase infanto juvenil, poderemos lançar mão de aparelhos ortopédicos, aparelhos expansores, disjuntores, aparelho extra bucais para que possamos corrigir alterações ósseo alveolares, melhorando o posicionamento das bases ósseas e evitando que os dentes entortem.

Quando já encontramos os dentes tortos, poderemos corrigi-los com uso de aparelhos citados acima e também utilizar aparelhos ortodônticos fixos convencionais e alinhadores.

Atualmente, os aparelhos alinhadores têm sido uma alternativa muito eficaz e estética para quem tem dentes tortos e não quer fazer o uso dos aparelhos ortodônticos convencionais fixos.

Sempre ressaltando que cada cliente tem suas características e particularidades.

As consultas odontológicas preventivas são de extrema importância para manter sua saúde bucal.

Marque uma consulta com um dos nossos profissionais em odontologia e tenha seus problemas resolvidos.

 

AGENDE SUA AVALIAÇÃO

Publicado em Dr. Orto Responde

O protocolo dental tem muito mais vantagens do que a dentadura sendo, infinitamente, mais confortável.

A dentadura depende da saúde e qualidade das gengivas. Quando estas apresentam-se flácidas, espessas por traumas e desadaptações ou com perda de fibrosidade devido ao envelhecimento, dores e dificuldade para mastigar podem ser problemas constantes e ela pode soltar em alguns momentos.

A dentadura com encaixes sobre implantes dentários, o protocolo dental, é uma técnica para melhorar a mastigação e eliminar dores e gengivas machucadas e como ela está fixa você pode morder com vontade que ela não desloca não machuca te dando total conforto na mastigação.

A perda de vários ou todos os dentes trazem muitas incertezas e dúvidas para as pessoas. Quando isso acontece, nossa autoestima e confiança são fortemente afetadas, causando vergonha e medo em falar, sorrir e mastigar, interferindo diretamente na nossa qualidade de vida.

A maior  insegurança que apresentamos é sobre o que fazer frente a esse problema, que tipo de tratamento adotar, o que será melhor para mim, o protocolo ou a dentadura?

Pensando nisso, resolvemos citar nesse texto as principais diferenças entre um procedimento e o outro.

Lembrando sempre que cada cliente tem suas particularidades e características e, que somente o dentista é capaz de indicar qual procedimento é melhor para cada caso.

O que é uma dentadura?

É uma prótese total que o paciente consegue removê-la e recolocá-la na boca de acordo com a orientação do  dentista. São utilizadas quando há perda total dos dentes de uma ou ambas as arcadas dentárias. As principais funções da dentadura são devolver a estética e a função mastigatória.

Hoje em dia, são mais parecidas com os dentes naturais e também mais confortáveis do que as feitas anos atrás.

Indicação da Dentadura.

- Perda total dos dentes.

Contra indicação da Dentadura.

- Não existe uma contra indicação específica para dentadura, quem tem um perda óssea gradual do osso maxilar e mandibular, pode ter uma certa dificuldade para a estabilização da prótese.

Vantagens da Dentadura.

- Custo menos elevado.

- Não há necessidade cirúrgica para sua instalação.

-Tempo de confecção e instalação é mais rápido.

- Soluciona o problema para quem possui contra indicações para fazer implantes.

Desvantagens da dentadura.

- Dificuldade na adaptação, pois podem machucar ou ficar soltando.

- Não são fixas na boca gerando falta de confiança ao falar e mastigar.

- Precisam ser removidas para higienização.

Protocolo Dental      

Caracteriza por ser uma prótese total, semelhante a  uma dentadura que fica fixa aos implantes através de parafusos. Infinitamente mais confortável que as dentaduras.

Indicação.

Pacientes totalmente ou parcialmente desdentados.

Todos os pacientes que tiverem a saúde satisfatória e tenham indicação para o procedimento.

Contra indicação.

Doenças sistêmicas graves contraindicam o protocolo.

Vantagens do Protocolo Dental.

- São próteses que ficam fixas sobre os implantes trazendo mais conforto e confiança para o paciente ao falar e mastigar.

- Como são fixas, não são removidas para fazer a higienização  bucal diária.

- São de fácil adaptação para o cliente.

Desvantagens do Protocolo Dental.

- Custo mais elevado.

- Necessitam de cirurgia para colocação dos implantes.

-  Tempo de instalação e confecção mais demorado.

Procure nossa equipe de dentistas  para solucionar suas dúvidas a respeito de qual é a melhor solução para perdas dentárias e qual procedimento será mais indicado para seu  caso.

 

AGENDE SUA AVALIAÇÃO

Publicado em Dr. Orto Responde

1 - Clareamento Dental, por que está sendo tão procurado?

A procura do ser humano pela estética e pela beleza vem desde a antiguidade. Hoje, vivendo a era das  selfies e redes sociais, isso vem aumentando cada vez mais.

O sorriso é parte integrante e fundamental da harmonia facial, quem tem um sorriso bonito tem mais chance de alcançar o sucesso em várias áreas da vida, e também tem sua confiança e autoestima aumentadas.

Dentes escurecidos e  amarelados influenciam na plástica do sorriso. Hoje, a maioria da população acredita que um sorriso mais branco é mais atrativo.

Uma das soluções para tornarmos os dentes mais claros, mais brancos, é o clareamento dental.

2 - O que é o clareamento dental?

É um procedimento que consiste na aplicação de um produto, geralmente de peróxido de hidrogênio ou carbamida, sobre os dentes que remove a matéria orgânica colorida depositada sobre eles sem alterar a matriz dentária, fazendo com que isso os clareie.

- A ingestão de alimentos ou bebidas coloridas com frequência, como vinho tinto, café, suco de uva e chás.

- O hábito de fumar cigarro.

- Traumas dentários.

- Fluorose.

- E, alguns antibióticos, como a tetraciclina podem manchar e escurecer os dentes.

3 - Indicação do Clareamento dental.

A indicação do clareamento para os dentes que se encontram com mudança na cor dependerá da causa e do tipo de alteração de cor que encontrarmos nos mesmos. O dentista tem autonomia para indicar ou não o clareamento dental para o cliente, dependendo do tipo de escurecimento que o dente está apresentando. Isso é um dos motivos primordiais para que o clareamento dental seja sempre feito com o acompanhamento desse profissional.

As indicações mais prováveis para o clareamento dental são:

- Dentes escurecidos por necrose da polpa.

- Dentes manchados pela tetraciclina.

- Alterações de cores devido à idade.

- Dentes escurecidos devido à ingestão de alimentos com pigmentação.

4 - Contra Indicação para o clareamento dental.

- Crianças menores de 15 anos.

- Casos de fluorose.

- Grávidas.

- Pacientes com  doenças graves.

- Pacientes com cáries , problemas gengivais,dentes fraturados.

- Muita sensibilidade dentinária.

5 - Tipos de Clareamentos Dentários.

Clareamento Dental Interno: É o clareamento feito em dentes despolpados, o material clareador é colocado dentro da câmara pulpar, no  interior do dente.

Clareamento dentário externo: Feito em dentes que tenham vitalidade pulpar, esse, consiste em aplicar o agente clareador sobre a superfície externa do dente. São eles:

  • Clareamento Dentário Caseiro- apesar do nome, esse clareamento também acontece com a supervisão do dentista. O paciente tem sua coloração dentária avaliada e registrada por esse profissional, para que possamos acompanhar a evolução do clareamento, e em seguida tem sua boca moldada para cofeccionarmos as placas que usualmente são de silicone, as quais serão usadas para a colocação do agente clareador.O agente clareador é levado para casa para uso do paciente que deve voltar ao consultório para acompanhamento  1 vez por semana. Na maioria das vezes, nesse tipo de clareamento, o agente clareador possui uma concentração mais baixa do que aquele usado no clareamento de consultório.

2 - Clareamento Dental de Consultório: Aqui também será feito o registro da cor inicial dos dentes. A concentração do gel clareador é mais alta do que os usados no clareamento caseiro. Podemos usar ou não a luz de led ou o laser para potencializar e otimizar a ação do gel clareador, fazendo com que o procedimento seja mais rápido. Esses tipos de clareamento são conhecidos com clareamento dental a laser ou clareamento dental com luz de led. Uma das vantagens desse procedimento é que o dentista tem o controle da aplicação, faz uma proteção da gengiva para que essa não seja prejudicada e não depende da colaboração do cliente.

3  -Clareamento Dental Misto: É a combinação com algumas sessões do clareamento a laser ou com uso da luz de led, com o clareamento caseiro.

Em hipótese alguma faça um clareamento dental sem o acompanhamento de um dentista.

No Grupo Orto fazemos uma avaliação individualizada para indicar o tipo de clareamento que será mais eficaz para cada cliente.

6 - Quanto tempo dura o clareamento dental?

Isso varia de paciente para paciente. Como não é um tratamento permanente, para que sua longevidade seja aumentada, recomendamos que o paciente evite alimentos como café, vinho tinto, chás, sucos de uva, refrigerantes de cola e não fume.

7 - Clareamento Dental pode causar sensibilidade?

Sim, isso acontece, pois, o gel clareador difunde pelo esmalte e dentina, penetrando nos canalículos dentinários entrando em contato com as terminações nervosas causando a senbibilidade dentinária que geralmente é moderada e reversível.

Ela desaparece com o tempo após o procedimento do clareamento ou o dentista pode fazer uso de dessensibilizadores que possuem na sua composição substâncias que tem tido bons resultados na sensibilidade pós clareamento dental.

Marque uma avalição com um Profissional de Odontologia Estética do Grupo Orto, para que seu clareamento dental seja planejado e individualizado, obtendo um tratamento mais eficaz e seguro.

 

AGENDE SUA AVALIAÇÃO

Publicado em Dr. Orto Responde

Os aparelhos ortodônticos têm a função de melhorar o posicionamento dentário e tentar redirecionar o crescimento dos ossos da face. Com isso, a estética, função mastigatória, fala e deglutição  do paciente são aprimoradas.

Como eram os primeiros aparelhos ortodônticos?

Os primeiros aparelhos ortodônticos eram rudimentares e causavam muito  desconforto.

Os primeiros aparelhos provavelmente surgiram no Egito, na Grécia e na Civilização Maia, onde foram encontrados artefatos de aparelhos dentários em túmulos arqueológicos, mas foi na França com Pierre Fauchard que surgiu o primeiro aparelho ortodôntico descrito.

Porém, a maioria dos norte-americanos acredita que a Ortodontia teve origem com Edward H. Angle, que publicou “Um sistema de Aparelhos para  Corrigir Irregularidades dos Dentes”.

Os primeiros aparelhos foram feitos de metais duros como prata, bronze e  ouro.

Tipos de aparelhos ortodônticos mais usados .

1 - Aparelhos fixos: São aparelhos,geralmente, colados ou cimentados aos dentes que não podem ser removidos nem, ao menos, para higienização bucal. Como exemplos, encontramos:

2 - Aparelhos fixos metálicos: são aparelhos convencionais, os quais possuem dispositivos nomeados por bráquetes que são colados aos dentes, por meio de uma resina. Os bráquetes possuem uma canaleta conhecida como slot por onde passam os fios que farão a movimentação dentária. Esses fios são presos aos bráquetes por ligaduras elásticas, conhecidas borrachinhas, que podem ser transparentes ou coloridas . Nesse tipo de aparelho encontramos as bandas que, usualmente, são cimentadas nos dentes posteriores para obterem maior resistência à quebra.

É o aparelho mais procurado por trazer resultados bem satisfatórios e o custo não ser tão alto.

3 - Aparelhos fixos estéticos: possuem basicamente as mesmas características dos aparelhos metálicos, mas são bem mais estéticos, pois ficam quase da cor dos dentes, muito conhecidos como aparelhos transparentes.

 Podem ser confeccionados de resina, policarbonato,  tornando-se um aparelho mais frágil com um grande índice de quebras. Os de porcelana são mais resistentes e com menos chance de manchar, geralmente, não mudam de cor. O aparelho safira que é feito de porcelana monocristalina, é um aparelho altamente estético, mas com um custo mais elevado.

4 - Aparelhos linguais- São aparelhos colados nas faces linguais dos dentes, na parte de trás. Sua grande vantagem é ser quase que imperceptível, ser demasiadamente estético, pois quase não aparecem quando o paciente sorri devido à face dentária onde são posicionados.

5 - Aparelhos Autoligados- Este tipo de aparelho não precisa da borrachinha para prender o fio no slot, ele tem uma espécie de aleta que trava o fio dentro dele. Nos aparelhos convencionais, as borrachinhas que prendem o fio. No autoligado, este sistema para prender o  fio já se encontra acoplado ao bráquete.

6 - Aparelhos Expansores fixos: aparelhos que ficam fixos no “céu da boca “ e servem para aumentar o palato de tamanho ou desinclinar dentes posteriores que estão inclinados para lingual, ou seja, a impressão que dá é que a arcada dentária foi espremida, está pequena. Indicado para correções de mordidas cruzadas posteriores tanto em crianças, adolescentes e adultos dependendo do caso.

7 - Aparelhos móveis: São aparelhos que podem ser removidos, podem ser retirados em alguns momentos do dia, dependendo da orientação do ortodontista. Entre eles, encontramos:

8 - Os aparelhos ortopédicos que tem a função de tentar redirecionar o posicionamento dos ossos da face, por isso, sendo utilizados quando ainda encontramos crescimento ósseo;

9 - As contenções que mantém o posicionamento dentário pós tratamento;

10 - O arco extra-bucal que tem o objetivo de distalizar os molares superiores e redirecionar o crescimento maxilar;

11 - Os alinhadores são aparelhos mais modernos e marcam um avanço na ortodontia digital. São aparelhos ortodônticos removíveis e personalizados, quase que transparentes. São um conjunto de placas individualizadas e únicas para cada cliente. O paciente faz um escaneamento bucal e, através dele, poderemos conseguir uma antecipação dos movimentos dentários que serão necessários para corrigir a má oclusão. É possível fazer um planejamento em 3D que mostra ao cliente uma prévia de como ficará seu posicionamento dentário no final do tratamento. Através do escaneamento serão confeccionadas as placas alinhadoras.

Citamos aqui, alguns dos aparelhos dentários mais usados.

Marque uma consulta de avaliação no Grupo Orto com um dos nossos profissionais de Ortodontia que vai orientá-lo qual o tipo de aparelho será mais indicado  para a correção da sua má oclusão.

Lembrando que fazemos sempre um tratamento ortodôntico planejado e individualizado para  cada um dos nossos clientes.

Referências-

  1. Moyers RE. Ortodontia. Rio de Janeiro: GuanabaraKoogan; 1979.

 

AGENDE SUA AVALIAÇÃO

Publicado em Dr. Orto Responde

Muitas famílias acreditam que só devam levar seus filhos para fazerem uma consulta com o ortodontista depois  que as crianças perderem seus dentes de leite.

Já sabemos que muitas más oclusões já se encontram presentes na dentição decídua, ou seja, aparecem antes das trocas dos dentes decíduos para os dentes permanentes. Um profissional em ortodontia  deve ser consultado para uma avaliação preventiva ainda com a criança com dentes de leite na boca.

Uma dessas disfunções é a mordida cruzada posterior.

O que é a mordida cruzada posterior?

A mordida cruzada posterior pode envolver dentes e ossos da maxila e mandíbula.

Caracteriza-se pela atresia do arco superior, a maxila se encontra transversalmente menor que a mandíbula ou os dentes superiores posteriores estão inclinados para lingual em relação aos dentes inferiores posteriores.

Para que compreendam melhor, imaginem uma caixa com tampa. A tampa é a maxila( arcada dentária superior), e a caixa a mandíbula(arcada dentária inferior). Para que ocorra um correto fechamento, a tampa tem que ser maior que a caixa. Na mordida cruzada posterior é justamente o oposto que acontece. Maxila menor que a mandíbula, ou alguma alteração dentária podem estar conduzindo bases ósseas a possuírem esse tipo de relação.

Tipos de mordida cruzada posterior.

As mordidas cruzadas podem ser:

- Dentárias, em que as inclinações dos dentes posteriores se encontram alteradas, mas as bases ósseas, mandíbula e maxila bem posicionadas.

- Esqueléticas- em que as inclinações dos dentes posteriores se encontram bem posicionadas , mas há uma alteração da relação transversal das bases ósseas, maxila e mandíbula.

- Funcional,  mordida cruzada, geralmente ocorre na dentição de leite e pode acontecer devido a contatos dentários prematuros. A mandíbula se desloca para um posicionamento mais confortável para o paciente, ocasionando uma mordida cruzada posterior.

O ortodontista fará um diagnóstico diferencial entre as mordidas cruzadas para poder prescrever o  tratamento mais indicado para cada tipo de mordida cruzada posterior.

Causas da mordida cruzada posterior.

-Problemas respiratórios. A respiração bucal pode ser causada por renite, sinusite, adenoide e amígdalas grandes e outros.

- Chupar dedos, chupetas, roer unhas.

- Alimentação muito pastosa.

- Retenção prolongada e perdas precoces de dentes de leite.

- Fatores Genéticos.

- Hábitos de posturas incorretos como, dormir apoiando a mão na maxila ou mandíbula.

 Por que tratar a mordida cruzada posterior precocemente?

A correção precoce da mordida cruzada posterior é de extrema relevância.

Estaremos prevenindo que alterações se instalem permanentemente na maxila, mandíbula e arcadas dentárias, como assimetrias faciais severas, e proporcionaremos um correto desenvolvimento dento ósseo alveolar, podendo evitar futuras cirurgias de disjunção maxilar e ortognáticas.

A não correção precoce dessa má oclusão pode gerar problemas na qualidade de vida e autoestima das crianças e adolescentes.

Quais aparelhos podem ser usados na correção da mordida cruzada posterior?

Aparelhos fixos como: Hass, Hyrax, disjuntor de Mcnamara, Quadrihélice, Arco em W.

Aparelhos removíveis: Aparelhos Ortopédicos funcionais, aparelhos removíveis com expansores.

Elásticos intermaxilares para correção de mordida cruzada.

Quando não retificada precocemente e se estivermos diante de uma discrepância óssea severa, para a mordida cruzada posterior ser corrigida, provavelmente, cirurgia de disjunção maxilar e cirurgia ortognáticas serão necessárias.

 Gostaríamos de reiterar que a correção dessa má oclusão deve se feita o mais precoce possível, e para que isso  possa acontecer no momento correto, as crianças devem fazer consultas preventivas com o odontopediatra e o ortodontista.

Marque uma avaliação preventiva com os profissionais em Odontologia do Grupo Orto.

 

AGENDE SUA AVALIAÇÃO

Publicado em Dr. Orto Responde
Sexta, 02 Outubro 2020 18:33

Criança pode ter bruxismo?

 Você já entrou no quarto do seu filho enquanto ele dormia e escutou um ranger de dentes , então, isso pode ser o bruxismo infantil.

O bruxismo infantil se caracteriza pelo ranger ou apertamento dos dentes, geralmente de forma involuntária e pode acontecer de dia,  de noite e enquanto a criança dorme. Isso tem preocupado muitas famílias e, com razão, pois o ato de ranger ou apertar os dentes pode afetar a qualidade de vida das crianças e adolescentes.

Causas do  Bruxismo infantil.

O bruxismo infantil possui causas multifatoriais como:

- fatores psicológicos. Nos dias de hoje, a vida das crianças e adolescentes é cheia de compromissos, responsabilidades e muito agitada, podendo gerar uma alteração comportamental.  Situações de mudanças significativas na vida da criança  e adolescente podem também aumentar o nível de estresse e ansiedade.

- má oclusão, dentes mal posicionados, desalinhados, mordidas cruzadas.

- contato dentário prematuro.

- problemas respiratórios, asma, renite, sinusite crônica.

- deficiências nutricionais.

- distúrbios do SNC.

- problemas relacionados ao sono.

O bruxismo infantil pode prejudicar a qualidade de vida das crianças e adolescentes. Pode causar dores de cabeça, face, pescoço, problemas na articulação temporomandibular, desgaste dentários, alterações gengivais e ósseo alveolar.

O que as crianças, geralmente, relatam quando tem bruxismo Infantil?

As crianças e os adolescentes podem reclamar de dor de cabeça, pescoço, face e até mesmo de ouvido.

Têm dificuldade de abrir a boca, geralmente na hora em que levantam.

Acordam agitados no meio da noite e, algumas vezes, relatam que acordaram fazendo um barulho com os dentes. Na maioria das vezes, o barulho é percebido pela família.

Tratamento do bruxismo infantil.

Como as causas são multifatoriais, muito provavelmente, teremos que lançar mão de vários profissionais como dentistas, médicos, fonoaudiólogos e terapeutas para que possamos tratar essa disfunção com sucesso.

Como o dentista trata o bruxismo infantil?

O dentista avalia e diagnostica a causa desse bruxismo.

Se uma má oclusão estiver envolvida, aparelhos ortodônticos serão instalados com o objetivo de melhorar e corrigir o posicionamento dentário.

Ajustes oclusais serão  feitos quando encontramos contato  prematuro nas arcadas dentárias.

Quando o dentista for usar a placa de mordida, deverá ficar atento ao crescimento ósseo e as alterações das arcadas dentárias que se encontram em desenvolvimento. Essa placa deverá ser avaliada com regularidade e trocada sempre que for necessário.

Como prevenir o bruxismo infantil?

- Consultas preventivas odontológicas devem ser feitas de 6 em  6 meses para que esse problema possa ser diagnosticado o mais precoce possível.

- A amamentação com leite materno é de extrema importância para prevenção do bruxismo infantil.

- Correção precoce da má oclusão.

- Tratamento dos problemas respiratórios.

- Alimentos mais duros e fibrosos devem ser inseridos na dieta das crianças e adolescentes.

- O nível de ansiedade e estresse tem que ser controlado e diminuído. Uma dica,  uma hora antes de dormir, remova estímulos visuais como celular, computador, televisão, se possível diminua a luz do ambiente, vá diminuindo a agitação, leituras e músicas que acalmam podem ser muito úteis  nesse momento.

O bruxismo infantil pode afetar a vida das crianças e adolescentes. Marque uma consulta preventiva com nossos profissionais de Ortodontia e Odontopediatria do Grupo Orto.

 

AGENDE SUA AVALIAÇÃO

Publicado em Dr. Orto Responde

 Um sorriso bem-proporcionado influencia diretamente na qualidade de vida e autoestima do indivíduo, ajudando tanto no âmbito  psicológico, como no mercado trabalhista. A recuperação de um   sorriso favorável pode ajudar as pessoas a terem mais confiança em si mesmas.

Problemas relacionados ao posicionamento e estética dentária possuem soluções eficazes, uma delas é o uso de lentes de contato dentárias.  

A lente de contato dental na odontologia vem se tornando muito comum, pois o resultado funcional e estético tem obtido grande sucesso.

O que são as lentes de contato dentárias?

As lentes de contato dentárias são facetas ultra finas que têm como objetivo restaurar os dentes,  com o mínimo ou nenhum desgaste da estrutura dentária, por isso é considerado um procedimento conservador que pode melhorar o sorriso e saúde bucal. São laminados de cerâmica muito finos que recobrem a parte da frente do dente e são fixados no esmalte dental por cimentação adesiva. Após a cimentação, é muito importante que o dentista avalie a oclusão, para verificar se o cliente não ficou com nenhuma interferência, que possa alterar as guias de oclusão, como também causar um contato prematuro, que incomoda muito o paciente, podendo causar problemas futuros, como a fratura da lente de contato dental.

Indicações da lente de contato dental.

- Mudanças  na cor dos dentes, desde que essa alteração de cor não seja muito severa, isso  tem que ser avaliado com muita cautela pelo dentista.

- Fechamento de diastemas, ou seja, é indicada para dentes que possuem espaços entre eles.

- Restaurações em dentes com fraturas pequenas.

- Mudanças no contorno dentário, dentes com alteração de forma.

- Dentes que sofreram desgastes.

A indicação das lentes de contato depende de uma avaliação individualizada de cada caso, lembrando que cada cliente é único e tem  suas particularidades.

Contra Indicação das lentes de contato dentária.

 - dentes sujeitos à elevada carga oclusal, como o bruxismo e briquismo.

- grande destruição coronária.

- dentes apinhados, dentes muito juntos que se sobrepõem um sobre o outro.

- restaurações antigas e  extensas.

- pacientes com má higiene oral.

- presença de doença periodontal.

- Quantidade de esmalte diminuído na estrutura dentária.

Vantagens

- Podem ser feitas com desgaste mínimo, ou sem nenhum desgaste das estruturas dentárias.

- São  resistentes.

- Esteticamente muito parecidas com os dentes naturais.

- Muito mais resistentes a manchas do que as facetas de resina.

Desvantagens

- Pode haver fraturar em pessoas que possuem hábitos como o bruxismo.

- Em alguns casos, podem dar uma aparência artificial ao sorriso, por isso, cada cliente deve ser avaliado, levando em conta suas características.

- Pode não ser eficazes em dentes que possuem severa alteração de cor.

Durabilidade das lentes de Contato dentárias.

Cada cliente é único e a durabilidade dependerá dos cuidados que ele tiver com suas lentes de contato e dependerá também da qualidade do material usado para confeccioná-las.

Cuidados com as lentes de contato dentárias

- usar o fio dental e escovar corretamente os dentes para manter a saúde bucal.

- evite roer unhas, morder objetos com a boca como lápis, canetas, abrir tampas de garrafas.

- clientes que tenham ou venham a possuir o hábito de ranger os dentes, devem usar uma placa de bruxismo, forças aplicadas em excesso sobre a lente de contato podem causar danos sobre elas.

- dieta rica em alimentos com corantes podem diminuir o tempo de longevidade das lentes de contato, evite café , refrigerantes com cor, e vinhos tintos.

 O Grupo Orto recomenda que o cliente que colocou esse tipo de laminado compareça a uma consulta de manutenção de 6 em 6 meses com o seu o seu dentista.

Marque uma avaliação com um profissional em dentística estética do Grupo Orto e faça um planejamento individualizado do seu sorriso.

 

AGENDE SUA AVALIAÇÃO

Publicado em Dr. Orto Responde
Página 2 de 4

Nós ligamos para você!
Informe seu telefone e agende uma Avaliação.

separador 
captcha

 

Grupo Orto

Atualmente com 16 unidades, localizadas nos estados de São Paulo e Minas Gerais, o Grupo Orto já cuidou do sorriso de mais de 100 mil pacientes, comprovando a credibilidade conquistada e a excelência dos serviços prestados nos últimos 19 anos.

CONHEÇA NOSSAS UNIDADES

 



Aparelho para os seus dentes é aqui no GRUPO ORTO.

AGENDE SUA AVALIAÇÃO

 

Curta nossa Fan Page!

Siga nosso Instagram!

 

Grupo Orto - Odontologia de A a Z
Dr. Eduardo Mariano Pioltine | Resp. Técnico - CROSP: 104602 - CROSP-CL: 7157
Todas as imagens são meramente ilustrativas.