Tratamentos Odontológicos.

Agende sua consulta!

O protocolo dental se caracteriza por ser uma prótese total, semelhante a uma ponte dentária, semelhante a uma dentadura que fica fixa aos implantes através de parafusos. Infinitamente mais confortável que as dentaduras.

Indivíduos que perderam seus dentes e querem melhorar a qualidade de vida tem como uma solução o protocolo.

Como higienizar o protocolo dental?

O protocolo dental será higienizado diariamente com escova dental, pasta de dente, fio dental e enxaguante bucal após cada refeição.

Existem no mercado escovas unitufos que facilitam a remoção dos resíduos alimentares entre a prótese, os implantes e gengivas.

O uso do fio dental será facilitado com o auxilio de um passa fio que ajuda na colocação do fio entre a prótese e a gengiva. Existem fios dentais que possuem a ponta mais rígida facilitando seu uso para os clientes que utilizam esse tipo de prótese.

O dentista deve recomendar a pasta dental para seu cliente, pois, muitas podem conter substâncias abrasivas que podem danificar a prótese, o mesmo pode acontecer com os enxaguantes bucais que podem possuir substâncias que podem agredir o protocolo dental.

Jatos de água portáteis sobre pressão contribuem muito para a limpeza do protocolo.

Após o consumo de alimentos coloridos como vinhos, cafés, beterraba, a higienização dentária deve ser feita imediatamente, pois eles podem pigmentar a prótese protocolo.

Consultas de manutenção do protocolo, tenho que fazê-las?

Essas consultas são essenciais para aumentar a durabilidade do protocolo dental.

O dentista remove as resinas e o vedante, tira a prótese protocolo, higienizando e polindo-a. Todo tártaro acumulado nos implantes e na prótese protocolo deve ser removido.

Após feita a higiene da prótese extraoral, inicia-se a higiene intra oral, o cliente fará um bochecho com clorexidina a 0,12% e os componentes intermediários serão higienizados.

Os implantes serão reavaliados. Verificaremos se todos estão em função para fazermos um reaperto dos componentes protéticos instalados sobre os implantes.

Em seguida, reinstalaremos a prótese e faremos um bom ajuste oclusal.

O ajuste oclusal consiste em uma mudança na superfície dos dentes da prótese protocolo feita por desgastes buscando harmonizar os aspectos funcionais maxilomandibulares na oclusão em relação cêntrica e nos movimentos excêntricos, é essencial para o sucesso e manutenção do protocolo dentário.

Novamente, será feita a instrução de higiene oral.

Existe uma crença que quando colocamos implantes não precisamos mais ter uma higiene bucal rigorosa, mas isso não é verdade.

Com uma má higienização, poderemos ter acúmulo de resíduos de alimentos ao redor dos implantes e da prótese do protocolo causando a placa bacteriana e tártaros sobre eles.

Por isso no Grupo Orto, durante as consultas de manutenção redobramos nossas orientações sobre higiene bucal.

Com o protocolo reinstalado, será marcada uma nova manutenção de 4 em 4 meses ou de 6 em 6 meses.

O que pode acontecer se eu não comparecer às manutenções de protocolo dentário?

-peri-implantite (exposição das roscas do implante no meio bucal, uma infecção ao redor do implante),

-pode ser perdida a prótese protocolo, podendo até impossibilitar a colocação de uma nova no futuro e fazendo com que paciente fique novamente edêntulo, possibilitando somente colocação de uma dentadura,

-infecções bucais que podem prejudicar a saúde sistêmica do paciente.

 Indicação.

Pacientes totalmente ou parcialmente desdentados
Todos os pacientes que tiverem a saúde satisfatória e tenham indicação para o procedimento.

Você sabe quem não pode fazer o protocolo?

Doenças sistêmicas graves contraindicam o protocolo.

Benefícios

Funcionalidade melhorando a mastigação

Estética

Melhora a autoestima

Melhora problemas gástricos

Elimina a utilização de próteses móveis (dentaduras e próteses parciais removíveis).

Nossa equipe de dentistas especialistas em protocolo está preparada para indicar as melhores técnicas de colocação dos implantes para fixação das próteses sobre ele levando sempre em conta a saúde bucal e sistêmica dos no nossos clientes.
O Grupo Orto quer ajudar você a mudar sua qualidade de vida.
A sua satisfação é nossa maior prioridade.

 

 

AGENDE SUA AVALIAÇÃO

Publicado em Dr. Orto Responde
Segunda, 12 Abril 2021 16:48

Como limpar meu aparelho ortodôntico?

1 - Escolha a escova dental certa.

Dê preferência uma escova dental macia, extra macia ou ortodôntica.

Troque de 3 em 3 meses para que as cerdas sejam capazes de limpar mecanicamente os dentes e braquetes.

Faça movimentos circulares sobre os dentes e braquetes, em seguida, movimentos de varredura no sentido da gengiva para o dente e depois movimento de vai e vem sobre os braquetes, não se esqueça de escovar nenhuma face dentária.

2 - Escovas interdentais

A escova interdental não substitui a escova dental, serve como complemento da escovação, facilitando a remoção da placa bacteriana entre os braquetes, fios e dentes.

3 - Fio dental

O fio dental remove a placa bacteriana entre os dentes.

Costumo dizer que a escova dental não substitui o fio dental e vice e versa.

Quando estamos fazendo o uso de aparelho ortodôntico fixo, devemos usar o passa fio que auxilia a colocação do fio dental em baixo do fio do aparelho, facilitando o seu uso.

4 - Enxaguante Bucal.

Se for usar um enxaguante bucal, faça a opção por um sem álcool. O seu ortodontista o orientará sobre a necessidade ou não do uso do enxaguante.

5 - Elásticos intermaxilares, placas removíveis, contenções, aparelhos ortopédicos e alinhadores.

Remova todos os dispositivos móveis antes da escovação dental.

Após a escovação dental, escove e limpe seus aparelhos removíveis com a escova dental, água morna para fria e um pouco de pasta dental, agora nos alinhadores não usem a pasta, somente água e escova.

Após a limpeza seque seus dispositivos móveis.

Os profissionais em Ortodontia do Grupo Orto podem orientá-los sobre a forma correta de higienização do seu aparelho ortodôntico.

 

 

AGENDE SUA AVALIAÇÃO

Publicado em Dr. Orto Responde

Sim, isso é possível, principalmente quando queremos trocar o aparelho fixo metálico para o aparelho fixo estético ou trocar do aparelho fixo estético para o metálico.

Outra situação é a troca dos aparelhos fixos convencionais para os alinhadores.

Geralmente, a decisão é embasada nos benefícios que isso causará ao paciente sem prejudicar o andamento do tratamento ortodôntico.

Essa decisão é tomada em conjunto com o seu ortodontista.

Tipos de aparelhos ortodônticos mais usados .

1 - Aparelhos fixos: São aparelhos,geralmente, colados ou cimentados aos dentes que não podem ser removidos nem, ao menos, para higienização bucal. Como exemplos, encontramos:

2 - Aparelhos fixos metálicos: são aparelhos convencionais, os quais possuem dispositivos nomeados por bráquetes que são colados aos dentes, por meio de uma resina. Os bráquetes

possuem uma canaleta conhecida como slot por onde passam os fios que farão a movimentação dentária. Esses fios são presos aos bráquetes por ligaduras elásticas, conhecidas borrachinhas, que podem ser transparentes ou coloridas . Nesse tipo de aparelho encontramos as bandas que, usualmente, são cimentadas nos dentes posteriores para obterem maior resistência à quebra. É o aparelho mais procurado por trazer resultados bem satisfatórios e o custo não ser tão alto.

3 - Aparelhos fixos estéticos: possuem basicamente as mesmas características dos aparelhos metálicos, mas são bem mais estéticos, pois ficam quase da cor dos dentes, muito conhecidos como aparelhos transparentes. Podem ser confeccionados de resina, policarbonato,  tornando-se um aparelho mais frágil com um grande índice de quebras. Os de porcelana são mais resistentes e com menos chance de manchar, geralmente, não mudam de cor. O aparelho safira que é feito de porcelana monocristalina, é um aparelho altamente estético, mas com um custo mais elevado.

4 - Aparelhos linguais- São aparelhos colados nas faces linguais dos dentes, na parte de trás. Sua grande vantagem é ser quase que imperceptível, ser demasiadamente estético, pois quase não aparecem quando o paciente sorri devido à face dentária onde são posicionados.

5 - Aparelhos Autoligados- Este tipo de aparelho não precisa da borrachinha para prender o fio no slot, ele tem uma espécie de aleta que trava o fio dentro dele. Nos aparelhos convencionais, as borrachinhas que prendem o fio. No autoligado, este sistema para prender o  fio já se encontra acoplado ao bráquete.

6 - Aparelhos Expansores fixos: aparelhos que ficam fixos no “céu da boca “ e servem para aumentar o palato de tamanho ou desinclinar dentes posteriores que estão inclinados para lingual, ou seja, a impressão que dá é que a arcada dentária foi espremida, está pequena. Indicado para correções de mordidas cruzadas posteriores tanto em crianças, adolescentes e adultos dependendo do caso.

7 - Aparelhos móveis: São aparelhos que podem ser removidos, podem ser retirados em alguns momentos do dia, dependendo da orientação do ortodontista. Entre eles, encontramos:

8 - Os aparelhos ortopédicos que tem a função de tentar redirecionar o posicionamento dos ossos da face, por isso, sendo utilizados quando ainda encontramos crescimento ósseo;

9 - As contenções que mantém o posicionamento dentário pós tratamento;

10 - O arco extra-bucal que tem o objetivo de distalizar os molares superiores e redirecionar o crescimento maxilar;

11 - Os alinhadores são aparelhos mais modernos e marcam um avanço na ortodontia digital. São aparelhos ortodônticos removíveis e personalizados, quase que transparentes. São um conjunto de placas individualizadas e únicas para cada cliente. O paciente faz um escaneamento bucal e, através dele, poderemos conseguir uma antecipação dos movimentos dentários que serão necessários para corrigir a má oclusão. É possível fazer um planejamento em 3D que mostra ao cliente uma prévia de como ficará seu posicionamento dentário no final do tratamento. Através do escaneamento serão confeccionadas as placas alinhadoras.

Citamos aqui, alguns dos aparelhos dentários mais usados.

Marque uma consulta de avaliação no Grupo Orto com um dos nossos profissionais de Ortodontia que vai orientá-lo qual o tipo de aparelho será mais indicado  para a correção da sua má oclusão.

Lembrando que fazemos sempre um tratamento ortodôntico planejado e individualizado para  cada um dos nossos clientes.

Referências-

Moyers RE. Ortodontia. Rio de Janeiro: GuanabaraKoogan; 1979.

 

AGENDE SUA AVALIAÇÃO

Publicado em Dr. Orto Responde

A ortodontia moderna e contemporânea vem utilizando de ferramentas eficazes que colaboram para que o objetivo do tratamento ortodôntico seja alcançado, uma delas é a utilização dos elásticos intermaxilares durante a terapêutica ortodôntica.

Um dos segredos para o sucesso dos elásticos se encontram no planejamento de quando e como serão empregados, levando sempre em consideração que as forças exercidas por eles têm que ser medidas e mensuradas para que não ocasionemos prejuízos as estruturas ósseas e dentárias adjacentes.

Qual a função dos elásticos?

Como citamos acima servem para auxiliar no tratamento ortodôntico.

São capazes de gerar forças leves e constantes, que podem fechar espaços, corrigir Classe II e III, retrair os caninos, e também servem para fazer a intercuspidação durante a finalização do tratamento ortodôntico.

Tipos de elásticos.

Elásticos de separação: Geralmente, encontrados na cor azul, tem a função de separar um dente do outro, criando um espaço entre eles para que sejam colocadas as bandas e também para fazermos desgastes interproximais.

Ligaduras elásticas: São as famosas borrachinhas dos aparelhos fixos convencionais.

Uma das coisas mais prazerosas para quem usa  aparelho fixo é escolher a cor das borrachinhas durante a consulta de manutenção ortodôntica, isso se torna uma brincadeira e é muito divertido, mas elas não são somente um enfeite.

Servem para prender o fio aos bráquetes.

Quando a borrachinha segura o fio dentro dos bráquetes, ele exerce uma força no interior da canaleta dos bráquetes, fazendo com que ocorra a movimentação dentária.A borrachinha contribui na quantidade de força que o fio exerce dentro do bráquete, por exemplo, se ortodontista verifica que se colocar a borrachinha o fio exercerá uma força inadequada para aquele movimento, pode fazer a opção em colocá-la parcialmente ou até mesmo deixar aquele bráquete sem ela.

Somente o dentista pode fazer a troca dessa borrachinha.

Elásticos circulares: Podem ser intrabucais ou extrabucais, intermaxilares ou intramaxilares.

São aqueles elásticos usados, para ajudar na correção da Classe II, II e correção de mordida aberta, e na finalização fazendo a intercuspidação dentária.

Esse elástico, na maioria dos casos é colocado e removido pelo paciente, e o sucesso desse procedimento dependerá da colaboração do mesmo.

Elásticos Correntes: São ligaduras unidas uma a outra, servem para fechar espaços e retrair caninos.

São encontradas no tamanho Curto, Médio e Longo e em diversas cores.

Não é todo paciente que fará o uso desse elástico, para que isso ocorra deve possuir em sua oclusão fatores que justifiquem o uso desse dipositivo.

ELÁSTICO NÃO É UM ENFEITE DO APARELHO, TEM UMA FUNÇÃO E SE NÃO FOR BEM INDICADO PODE TRAZER PREJUÍZOS AOS DENTES E AS SUAS ESTRUTURAS DE SUPORTE.

Sucesso da utilização dos elásticos.

Isso dependerá do ortodontista ter feito um correto planejamento do caso, determinando se há ou não a necessidade do uso dos elásticos, se houver, quando utilizá-los, qual o elástico a ser usado e a  força correta para aquele paciente.

Lembrando que, o uso incorreto e indevido dos elásticos, podem causar uma reabsorção dentária e óssea que levará a perda do elemento dentário.

Para que  o elástico obtenha o resultado esperado, em alguns casos, dependeremos da colaboração do paciente que deverá seguir as orientações do seu ortodontista sobre o tempo de uso desse dispositivo, e também sobre o lugar e a forma de colocação desses elásticos.

AQUI, NO GRUPOORTO VOCÊ TEM SEU CASO PLANEJADO  E DIAGNÓSTICADO INDIVIDUALMENTE.

 

AGENDE SUA AVALIAÇÃO

Publicado em Dr. Orto Responde
Terça, 26 Janeiro 2021 19:26

Por que fazer um implante dental unitário?

A perda ou a falta de um ou mais elementos dentários prejudica a autoestima, a confiança do paciente, a fala, a qualidade de vida, a mastigação, o sistema digestório, a estética facial e bucal e podem desalinhar e entortar os dentes vizinhos provocando algum tipo de má oclusão.

Os tratamentos odontológicos veem evoluindo através dos anos e o implante veio como uma alternativa para quem perdeu um ou mais dentes.

O implante é uma solução eficiente, segura e moderna que visa devolver um sorriso e a função mastigatória para quem  teve seus dentes perdidos ou ausentes.

O implante substitui a raiz do dente perdido e serve para fixar a prótese sobre ele.

Existem vários tipos de implantes, mas por que fazer os implantes unitários?

O que é um implante unitário?

O implante unitário é usado para reabilitar áreas com poucas perdas dentárias.

Geralmente, colocado no local da perda de um dente, muito utilizado nas áreas onde há perda de um único elemento dentário e seus vizinhos se encontram hígidos.

Melhorias do implante dentário unitário em relação às próteses removíveis e fixas em dentes vizinhos.

O implante dental unitário, por ser estrutura fixa tem muito mais vantagens do que as próteses removíveis ou fixas nos dentes vizinhos sendo, infinitamente, mais confortável.

Os implantes vão substituir os dentes perdidos e proporcionar uma correta mastigação com muito mais conforto e sem danificar ou desgastar dentes vizinhos que se encontram saudáveis e intactos.

Cuidados pré cirúrgicos

-Anamnese é a coleta de informações sobre o paciente, para observar se possui alguma doença prévia, para saber qual o motivo que levou o paciente a procurar o dentitsta, hábitos bucais.

- Exame clínico é a avaliação da saúde bucal do paciente.

- Pedidos de exames complementares como raio X panorâmico e tomografia.

- Pedido de exames clínicos, como hemograma, creatinina, coagulograma, glicemia, sódio, potássio, atividade da protrombina e creatinina. Em pacientes com histórico de problemas cardíacos podem ser pedidos eletrocardiograma.

- Prescrições de medicamentos como antibiótico, analgésicos e anti-inflamatórios que deverão ser tomados nos horários recomendados pelo dentista.

Cuidados pós cirúrgicos.

O pós-operatório, na maioria dos casos, é tranquilo.

Geralmente, após a cirurgia alguns cuidados deverão ser tomados. São eles:

- prescrição de medicamentos pós cirúrgicos,   como antibióticos, anti-inflamatórios e analgésicos, que deverão ser tomados nos horários recomendados.

- repouso por 48 horas após a cirurgia para evitar dores, edemas ,sangramentos e infecções.

- A alimentação na primeira semana deve ser líquida, pastosa e gelada. Não coma nada duro, crocante, quente ou ácido.

- Não beba nada quente e gasoso.

- Deve-se dormir recostado no primeiro dia pós-cirurgia.

- Deve-se colocar compressas de gelo por fora da área operada nas primeiras 24 horas para diminuir a dor e ao inchaço.

- Não mastigue do lado que foi realizado o procedimento, principalmente durante os primeiros trinta dias.

- Não consuma bebidas alcoólicas ou fume durante todo o processo de cicatrização.

- Evite espirrar, tomar sol e assoar o nariz.

- Não faça atividade física por 7 a 10 dias após a cirurgia

A cooperação do paciente e o acompanhamento do dentista após a cirurgia do implante é essencial para o sucesso desse procedimento.

Marque uma avaliação com um dos Profissionais em Implantodontia  do Grupo Orto e venha saber qual será o melhor tipo de implante para seu caso.

 

AGENDE SUA AVALIAÇÃO

Publicado em Dr. Orto Responde

Os dentes anteriores têm grande importância na estética dentária,  na fala e na função mastigatória.

Algumas alterações dentárias como manchas, espaços, desalinhamentos, traumas e o espaço negro , também conhecido como triângulo negro podem prejudicar a beleza do sorriso.

O que é o Triângulo negro dentário?

São espaços presentes entre os dentes devido à falta da papila interdental, caracterizando um espaço escuro entre os dentes.

Podem acontecer em todos os dentes, mas como os incisivos ficam mais evidentes, geralmente são nesses dentes que aparecem mais esse problema.

Quais são as causas do triângulo Negro ou  black space?

As causas podem ser multifatoriais.

- Doenças Periodontais;

- Diastemas;

- Alterações de Formas Dentárias;

- Mau posicionamento Dentário;

- Traumas;

- Lesões de cáries;

O que ele pode causar?

Além do prejuízo estético, causa retenção local de alimentos e alteração da fonética, geralmente é sobre a estética que o paciente se incomoda, tendo essa, como sua a queixa principal.

Como corrigir o Back Space ou Triângulo Negro?

1 - Tratamento Ortodôntico- Durante o tratamento ortodôntico podemos lançar mão de desgastes interdental através de lixas, brocas ou discos que irão deixar a forma do dente menos triangular, com as paredes mais paralelas entre si, e assim, conseguiremos fechar o espaço entre os dentes, não através de pontos de contatos e sim através do contato das faces dentárias.

2 -  Lentes de Contato Dental- As lentes de contato dentárias são facetas ultrafinas que têm como objetivo restaurar os dentes, com o mínimo ou nenhum desgaste da estrutura dentária, corrigindo assim  o black space, por isso é considerado um procedimento conservador que pode melhorar o sorriso e saúde bucal. São laminados de cerâmica muito finos, que recobrem a parte da frente do dente, e são fixados no esmalte dental por cimentação adesiva. Após a cimentação, é muito importante que o dentista avalie a oclusão, para verificar se o cliente não ficou com nenhuma interferência, que possa alterar as guias de oclusão, como também causar um contato prematuro, que incomoda muito o paciente, podendo causar problemas futuros, como a fratura da lente de contato dental.

3 - Facetas em Resina- Outra solução para o fechamento do Triângulo Negro são as facetas em resina.

São menos duradouras e resistentes do que as lentes de contato dental, mas oferecem um bom resultado estético.

4 - Aplicação de Ácido Hialurônico- Aplicando o ácido hialurônico, podemos aumentar o volume da papila interdental, que preencherá o espaço do triângulo negro.

Cada caso tem que ser avaliado pelo dentista que irá recomendar a melhor solução para o seu problema, podendo utilizar mais de uma maneira para correção do black space.

Os dentistas do Grupo Orto fazem um diagnóstico e planejamento individualizado do  tratamento de cada cliente, levando como prioridade as características e particularidades de cada um.

Venha ter um Sorriso Grupo Orto!

 

AGENDE SUA AVALIAÇÃO

Publicado em Dr. Orto Responde

Os aparelhos ortodônticos têm a função de melhorar o posicionamento dentário e tentar redirecionar o crescimento dos ossos da face. Com isso, a estética, função mastigatória, fala e deglutição  do paciente são aprimoradas.

As partes principais dos aparelhos ortodôntico fixos são os bráquetes, os fios e as borrachinhas.

Função das borrachinhas dos aparelhos ortodônticos fixos.

Uma das coisas mais prazerosas para quem usa  aparelho fixo é escolher a cor das borrachinhas durante a consulta de manutenção ortodôntica, isso se torna uma brincadeira e é muito divertido, mas elas não são somente um enfeite.

Servem para prender o fio aos bráquetes.

Quando a borrachinha segura o fio dentro dos bráquetes, ele exerce uma força no interior da canaleta dos bráquetes, fazendo com que ocorra a movimentação dentária.

A borrachinha contribui na quantidade de força que o fio exerce dentro do bráquete, por exemplo, se ortodontista verifica que se colocar a borrachinha o fio exercerá uma força inadequada para aquele movimento, pode fazer a opção em colocá-la parcialmente ou até mesmo deixar aquele bráquete sem ela.

Posso trocar a borrachinha do aparelho ortodôntico em  casa?

Em hipótese alguma podemos trocar a borrachinha em casa. Deve ser trocada pelo profissional em odontologia no consultório odontológico. Caso o aparelho estiver machucando ou quebrar, sempre entrar em contato com seu ortodontista se não puder comparecer ao consultório odontológico, ele o orientará sobre o que fazer nesses casos de emergência.

A troca de borrachinha, se feita sem o acompanhamento do dentista, pode fazer com que o fio exerça uma força em excesso aos dentes e pode causar até a perda desses elementos dentários.

O ortodontista tem papel fundamental no sucesso do tratamento ortodôntico.

Ele é o profissional especializado em Ortodontia, uma área específica da Odontologia. Sua função é trabalhar na correção da posição dos dentes do paciente e de seus ossos da face, ossos maxilar e mandibular, para que a pessoa tenha a mordida corrigida, auxiliando na limpeza e higiene, evitando dores e contribuindo com a saúde bucal.

Costumo dizer que o profissional em ortodontia é o guia do tratamento ortodôntico, é como um carro, ele só anda se estiver com um motorista. Com o tratamento ortodôntico é a mesma coisa, só teremos sucesso, se o ortodontista conduzir o tratamento e para que isso ocorra não devemos faltar às consultas de manutenção e a troca da borrachinha tem que ser feita por esse profissional.

Quando as borrachinhas devem ser trocadas?

As borrachinhas devem ser trocadas nas consultas de manutenção ortodôntica que geralmente ocorrem de 21 a 30 dias, tempo em que o dente e suas estruturas ósseas levam para se recuperar da última ativação.

Quando trocadas antes desse período podem levar a uma sobrecarga aos dentes e osso que ainda não se recuperaram e podem até mesmo causar uma reabsorção das raízes dentárias, levando a perda desses elementos.

Trocar a borrachinha do aparelho ortodôntico, também é uma forma de ativá-lo, sendo assim, o não comparecimento às consultas de manutenção onde faremos a ativação do aparelho ortodôntico através de diversos procedimentos, inclusive trocando as borrachinhas, atrasa e prejudica o tratamento ortodôntico.

Ficou com alguma dúvida?

Marque uma avaliação com um dos nossos profissionais em Ortodontia e venha ter um Sorriso Grupo Orto.

 

AGENDE SUA AVALIAÇÃO

Publicado em Dr. Orto Responde
Sexta, 18 Dezembro 2020 13:35

Vantagens do Clareamento misto.

A era da fotografia, das redes sociais, das selfies potencializou a busca da perfeição do sorriso, antes mesmo disso, quando íamos tirar fotos, pedíamos para todos, vamos fazer xis, para que saíssemos com sorrisos  mais belos nos retratos.

Um sorriso mais bonito, mais harmônico, sem espaços, alinhados e mais branco corrobora para o alcance da beleza e é o que todos vêm procurando na atualidade.

O clareamento dental é um dos tratamentos mais procurados na clínica odontológica por ser muito eficaz e por não ter um custo alto, possibilitando que o cliente possa ter um sorriso mais branco. O clareamento caseiro supervisionado por um dentista, clareamento a laser ou com luz de led e o clareamento misto são os tipos de clareamento mais buscados pelos nossos clientes.

O que é o clareamento misto?

É quando combinamos a técnica do clareamento caseiro supervisionado por um dentista com a técnica do clareamento de consultório a laser ou com luz de led.

Uma parte do clareamento será feita em casa com o acompanhamento do dentista e outra será feita no consultório.

Como é feito o clareamento misto?

Geralmente, iniciamos com uma sessão de clareamento de consultório a laser ou com luz de led, e o cliente dará continuidade do tratamento em casa.

Na primeira sessão, que é feita no consultório, o paciente tem sua coloração dentária avaliada e registrada pelo dentista , para que possa acompanhar a evolução do clareamento. O agente clareador que tem uma porcentagem mais alta do que aquele que o cliente levará para casa será aplicado nos dentes e terá seu efeito potencializado com o uso do laser ou luz de led.

 Levará as placas que foram moldadas e confeccionadas exclusivamente para esse procedimento e que usualmente são de silicone, as quais serão usadas para a colocação do agente clareador em casa. O agente clareador é levado pelo paciente que fará uso de acordo com as orientações do dentista e deve voltar ao consultório para acompanhamento  uma vez por semana. Na maioria das vezes, o agente clareador que o cliente leva para casa possui uma concentração mais baixa do que aquele usado no clareamento de consultório.

Vantagens do Clareamento Misto.

Esse tipo de tratamento alia as vantagens do clareamento a laser ou com luz de led ao clareamento caseiro supervisionado pelo dentista.

Esse clareamento é mais rápido, mais eficaz, diminui o tempo de espera no consultório.

Devemos sempre lembrar que o sucesso da técnica escolhida pelo dentista para clarear os dentes depende das causas do escurecimento dental e do tipo de manchas que os dentes possuem.

Sigam corretamente as instruções do seu dentista do Grupo Orto.

 

AGENDE SUA AVALIAÇÃO

Publicado em Dr. Orto Responde
Terça, 15 Dezembro 2020 13:19

Benefícios dos Implantes

A perda ou a falta de um ou mais elementos dentários prejudica a autoestima, a confiança do paciente, a fala, a qualidade de vida, a mastigação, o sistema digestório, a estética facial e bucal e podem desalinhar e entortar os dentes vizinhos provocando algum tipo de má oclusão.

O implante é uma solução eficiente, segura e moderna que visa devolver um sorriso e a função mastigatória para quem  teve seus dentes perdidos ou ausentes. 

O que é um implante?

 São suportes ou estruturas de metal, geralmente feitos de titânio, destinados a substituir as raízes dos dentes perdidos que irão suportar próteses unitárias, parciais ou totais.

Benefícios dos Implantes.

Melhora autoestima e qualidade de vida.

A perda de um ou mais dentes na cavidade oral afeta a estética e a função oclusal e traz muitas alterações psicológicas, fazendo com que fiquemos sem confiança em nós mesmos e nos tornando pessoas mais retraídas, gerando consequências sociais, psicológicas e emocionais que impactam a qualidade de vida e a autoimagem.

O implante devolve a nossa autoconfiança e melhora nossa segurança ao falar e ao sorrir trazendo uma aumento na qualidade de vida.

Melhora a Fala.

A falta ou espaços entre os dentes pode fazer com que tenhamos algumas dificuldades em pronunciar alguns sons durante a pronúncia de algumas palavras.

O implante reabilita essa perda, fazendo com que a dificuldade da fala devido a ausências dentárias desapareça e voltemos a pronunciar as palavras e sons corretamente.

Melhora a Mastigação.

A função mastigatória é muito afetada com as ausências dentária, dificultando a hora de comer e prejudicando nosso sistema digestório, pois a digestão começa na boca e a mastigação é responsável em diminuir o tamanho dos alimentos.

Mais conforto.

Os implantes por serem estruturas fixas têm muito mais vantagens do que a dentadura ou próteses removíveis sendo, infinitamente, mais confortável.

A dentadura depende da saúde e qualidade das gengivas. Quando estas apresentam-se flácidas, espessas por traumas e desadaptações ou com perda de fibrosidade devido ao envelhecimento, dores e dificuldade para mastigar podem ser problemas constantes e ela pode soltar em alguns momentos. Os implantes vão substituir os dentes perdidos e proporcionar uma correta mastigação com muito mais conforto.

Alta durabilidade.

Por ser uma técnica segura tem grande chance de alguns casos pela vida toda.

Mais fáceis de higienizar do que as próteses removíveis.

Como são fixos e muito semelhantes aos dentes naturais são muito mais fáceis de higienizar do que as próteses  removíveis.

Melhora a estética Facial e Bucal.

Quando perdemos um dente, ficamos com um espaço entre os elementos dentários que prejudicam a estética do sorriso e da face.

Ninguém gosta que ao falar ou sorrir esse espaço apareça.

O implante ocupa o lugar desse elemento perdido sendo muito semelhante ao dente natural trazendo de volta a beleza do paciente ao sorrir e falar.

Os implantes são uma solução muito eficaz para quem possui ausências dentárias.

Faça uma avalição com um dos nossos profissionais em Implantodontia  do Grupo Orto e saiba qual  o melhor implante para o seu caso.

 

AGENDE SUA AVALIAÇÃO

Publicado em Dr. Orto Responde
Terça, 08 Dezembro 2020 14:26

Dentes separados, como corrigi-los?

A busca pela beleza e  estética vem aumentando a cada dia, e isso inclui a pretensão de um sorriso perfeito.

Padrões estéticos mudam de tempos em tempos. Dentes separados já foram considerados um charme da beleza natural, hoje, buscamos um sorriso mais branco, com dentes de tamanhos iguais e sem espaços entre eles.

Uma boa notícia é que existem muitas soluções para correção dos dentes que possuem espaços entre eles.

Dentes separados são conhecidos também como dentes que possuem diastemas.

O que são dentes separados?

São dentes que não encostam nos seus dentes vizinhos, existe um espaço uma lacuna entre eles.

Isso pode acontecer, tanto nos dentes posteriores como nos dentes anteriores, mas a maioria dos pacientes se incomoda quando acontece na região anterior.

O que dentes separados podem causar?

Dentes separados, além de causarem prejuízos estéticos, podem causar alterações na pronúncia das palavras, alterações fonéticas. Podem causar alterações nas posições dentárias, caracterizando algumas más oclusões, as mais conhecidas são dentes tortos, inclinados e desalinhados, podendo causar inflamações gengivais, principalmente, se estiverem relacionados a dentes posteriores.

As principais causas dos dentes separados.

- Diferença no tamanho dos dentes.

- Sucção de dedos, chupetas e mamadeiras.

- Ausências dentárias.

- Problemas na forma e no posicionamento da inserção dos freios labiais.

- Pressão incorreta da língua nos dentes ao engolir.

Como corrigir os dentes separados?

  • Lente de contato dental.

As lentes de contato dentárias são facetas ultrafinas que têm como objetivo restaurar os dentes,  com o mínimo ou nenhum desgaste da estrutura dentária, corrigindo assim  os espaços entre os dentes, por isso é considerado um procedimento conservador que pode melhorar o sorriso e saúde bucal. São laminados de cerâmica muito finos, que recobrem a parte da frente do dente, e são fixados no esmalte dental por cimentação adesiva. Após a cimentação, é muito importante que o dentista avalie a oclusão, para verificar se o cliente não ficou com nenhuma interferência, que possa alterar as guias de oclusão, como também causar um contato prematuro, que incomoda muito o paciente, podendo causar problemas futuros, como a fratura da lente de contato dental.

Lentes de contato dentária são uma solução muito eficaz para fechamento de espaços entre os dentes, proporcionando um sorriso mais harmônico.

  • Aparelhos ortodônticos fixos.

Uma das soluções para o fechamento de espaços para os dentes separados é a utilização do tratamento ortodôntico feito com aparelhos com braquetes colados nos dentes. Esse tipo de dispositivo é capaz de fechar os espaços entre os dentes e é muito utilizado para isso.

  • Aparelhos ortodônticos conhecidos como alinhadores.

São aparelhos mais modernos e marcam um avanço na ortodontia digital. São aparelhos ortodônticos removíveis e personalizados, quase que transparentes. São um conjunto de placas individualizadas e únicas para cada cliente. O paciente faz um escaneamento bucal e, através dele, poderemos conseguir uma antecipação dos movimentos dentários que serão necessários para corrigir a má oclusão. É possível fazer um planejamento em 3D que mostra ao cliente uma prévia de como ficará seu posicionamento dentário no final do tratamento. Através do escaneamento, serão confeccionadas as placas alinhadoras que também são muito eficazes no fechamento dos espaços entre os dentes.

  • Aparelhos ortodônticos removíveis

São usados geralmente em crianças em fase de crescimento e têm a função não somente de fechamento dos espaços entre os dentes quando são indicados. ( de fechar os espaços entre os dentes quando indicado.)

  • Resinas

Outra solução para o fechamento dos espaços dentários é a aplicação de resinas nos dentes.

As resinas são menos resistentes e duradouras que as lentes de contato dentárias

  • Implante

Quando existe a falta de um ou mais dentes nas arcadas dentárias uma excelente solução para isso é o implante que supri  a falta dos elementos dentários ausentes.

  • Cirurgia do freio labial

 Os espaços entre os dentes podem ser   causados pelo mau posicionamento da inserção do freio labial, se isso estiver acontecendo, o dentista pode recomendar uma cirurgia de frenectomia do freio que estiver com alteração.

  • Fonoaudiologia

Se os diastemas dentários forem causados pela incorreta posição da língua, o dentista pode indicar ao paciente que procure um fonoaudiólogo para fazer exercícios para o fortalecimento da musculatura da língua e seu correto posicionamento nas arcadas dentárias.

Somente o dentista será capaz de indicar qual será a melhor escolha para o fechamento dos espaços entre os dentes.

Marque uma avalição no Grupo Orto e tenha uma  avaliação individualizada do seu rosto e sorriso.

 

AGENDE SUA AVALIAÇÃO

Publicado em Dr. Orto Responde
Página 1 de 4

Nós ligamos para você!
Informe seu telefone e agende uma Avaliação.

separador 
captcha

 

Grupo Orto

Atualmente com 16 unidades, localizadas nos estados de São Paulo e Minas Gerais, o Grupo Orto já cuidou do sorriso de mais de 100 mil pacientes, comprovando a credibilidade conquistada e a excelência dos serviços prestados nos últimos 19 anos.

CONHEÇA NOSSAS UNIDADES

 



Aparelho para os seus dentes é aqui no GRUPO ORTO.

AGENDE SUA AVALIAÇÃO

 

Curta nossa Fan Page!

Siga nosso Instagram!

 

Grupo Orto - Odontologia de A a Z
Dr. Eduardo Mariano Pioltine | Resp. Técnico - CROSP: 104602 - CROSP-CL: 7157
Todas as imagens são meramente ilustrativas.